Os Jogos Parapan-Americanos de 2019 aconteceram em Lima (Peru) entre os dias 22 de agosto e 1º de setembro. A delegação brasileira contou com 512 integrantes, sendo 337 atletas entre os quais atletas-guias, goleiros e pilotos, que não possuem deficiência, de 23 estados e do Distrito Federal em 17 modalidades.

Nesta 6ª edição, o Brasil entrou para a história com o recorde de medalhas conquistadas. Foram 308 medalhas, sendo:

  • 124 de ouro;

  • 99 de prata e;

  • 85  de bronze.

Esta conquista é inédita, pois em nenhuma das edições anteriores um país conquistou tantas medalhas. O sucesso alcançado é fruto, em grande parte, do investimento público para a construção do Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro, localizado na cidade de São Paulo. São 95 mil metros quadrados de área construída com instalações esportivas indoor e outdoor que servem para treinamentos e competições entre atletas em 15 modalidades esportivas. As instalações do centro de treinamento brasileiro impressionam a todos, inclusive os atletas de outros países por pensarem que uma estrutura assim só poderia ser encontrada nos Estados Unidos ou em países europeus.

Quando a política pública é inclusiva e os recursos empreendidos são administrados mirando um projeto de futuro, os resultados aparecem com brilho de ouro. Nossos atletas transitam pelo centro de treinamento exibindo a beleza de seus corpos bem definidos pelas atividades esportivas que desempenham com maestria e dispensam a piedade alheia.

Bert Hellinger diz no livro A Fonte Não Precisa Perguntar Pelo Caminho, pág. 137-138, Editora Atman:

“Frequentemente a sociedade, o meio em que vivemos, compadece-se dos pais que tem um filho deficiente, como se tivessem tido uma má sorte. Mas quando se olha uma família que lida com uma criança deficiente e vê as forças que são liberadas nessa família, amor, brandura e também disciplina, então se vê que essa criança deficiente significa algo especial para essa família. (…) Uma família com uma criança deficiente ilumina ao seu redor. Muitas ilusões que se tem a propósito da felicidade e da vida são então atenuadas e dão lugar a um profundo apego à vida, tal como é, também com suas restrições e suas limitações”.

Fonte de dados e imagens: http://www.cpb.org.br/

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.